quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Ano Novo com o Blog Cantinho do Rodrigo !!


Olá amigos!!

Primeiramente quero desejar a todos os leitores do Blog um Novo Ano cheio de paz, saúde e alegrias. Como de costume o Blog entra o ano de carinha nova...e novidades também!!!

Teremos todo mês uma matéria com a Fisioterapeuta Jerusa falando sobre EQUOTERAPIA  relacionada a algum tema ou distúrbio neurológico.

Rodriguinho foi um de seus mascotes e devemos muito a esta prática (e a Jerusa) o desenvolvimento maravilhoso deste rapazinho.

Enfim, segue a primeira matéria de nossa mais nova aliada...
espero que gostem!

Abraços,
Marilce Giglio



 Equoterapia

Olá pessoal, meu nome é Jerusa e sou Fisioterapeuta. Tive o privilégio de atender o nosso anjinho Rodrigo na Equoterapia durante 2 anos, ele iniciou com estimulação precoce aos 9 meses de vida, o que trouxe muitos avanços no que diz respeito ao tônus muscular, onde ele ganhou controle de cervical e de tronco e ficar sentado sob o cavalo foi muito importante para o seu desenvolvimento, com isso , ganhou coordenação motora ampla e equilíbrio.

Conforme a Associação Nacional de Equoterapia (ANDE- Brasil) a Equoterapia “é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais”. “A Equoterapia emprega o cavalo como agente promotor de ganhos a nível físico e psíquico. Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio”. “A interação com o cavalo, incluindo os primeiros contatos, os cuidados preliminares, o ato de montar e o manuseio final desenvolvem, ainda, novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima”.

A estimulação precoce é um atendimento direcionado a bebês e crianças de 0 a 3 anos com atraso no desenvolvimento global (prematuros de risco, síndromes genéticas, paralisia cerebral e outras) e a suas famílias, atuando na prevenção de problemas do desenvolvimento global. Este atendimento é de fundamental importância, pois possibilita dar suporte ao bebê no seu processo inicial de intercâmbio com o meio, considerando os aspectos motores, cognitivos, psíquicos e sociais de seu desenvolvimento, bem como auxiliar seus pais, fortalecendo os vínculos familiares.
As crianças submetidas à estimulação apresentam maior estabilidade no desenvolvimento do que crianças não submetidas a um programa desse tipo. Exercícios específicos de equilíbrio com o uso da bola de Bobath e da prancha de equilíbrio também são importantes e podem ser adaptadas ao dorso do cavalo. As manobras realizadas para mudanças de posição, estímulo da propriocepção ou ainda os exercícios respiratórios constituem elementos básicos das terapias individuais. Atividades que envolvam o balanço estimulam os órgãos do equilíbrio.
Devemos tomar cuidados é com a Instabilidade Atlanto-Axial, onde, caso a criança tenha esta instabilidade é contra-indicada para realizar a Equoterapia.

Obrigada pela atenção pessoal!
Abraço à todos!

Fisioterapeuta: Jerusa S Wolmann 
jerusasw@hotmail.com
(tel. 51-85750496)

Nenhum comentário:

Postar um comentário