segunda-feira, 24 de maio de 2010


O papel do professor de Educação Física na equipe Interdisciplinar

O trabalho com crianças jovens e adultos com necessidades especiais requer acompanhamento especializado realizado por uma equipe interdisciplinar que se caracteriza pelo desdobramento e interação dos profissionais de diferentes áreas tais como professores, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, médicos etc . O professor de Educação Física atua na equipe interdisciplinar como uma referência a respeito de como o aluno se manifesta nas atividades corporais e coletivas. Ele observa se o aluno participa das atividades, como está se relacionando com os colegas, como está o seu interesse pela atividade, ou atividades que eles demonstra em específico maior interesse. Analisa como o aluno está em relação ao nível do desenvolvimento motor, das atividades que demandam o uso da fala, motricidade ampla e fina da noção de espaço, tempo e ritmo.
Estas informações trazidas pelo professor de Educação Física nas discussões de equipe, contribuem para que os demais profissionais que realizam atendimento com a criança percebam como está o desenvolvimento do seu paciente em relação ao seu perfil comportamental apresentado nas atividades físicas e coletivas. Fatores muito importantes tendo em vista que o desenvolvimento motor e social está diretamente interelacionado ao bem estar psíquico e afetivo do paciente em questão.

Rafael Thomé – Professor de Educação Física com grande experiência como instrutor de Capoeira Angola, atuando em instituições como creches, centros comunitários e em projetos sociais da Prefeitura de Porto Alegre com comunidades carentes. Vem desenvolvendo trabalho junto a crianças e adolescentes com deficiência desde 2001. Na FADEM além realizar as Oficinas de Capoeira semanalmente, acompanha os grupos educativos nos passeios realizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário