quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Conversando com a Fonoaudióloga !!


A Fonoaudiologia e a Amamentação

Olá pessoal! Hoje venho falar sobre um tema que é extremamente importante para a fase inicial do desenvolvimento das nossas crianças: a amamentação. Atualmente temos falado bastante sobre a importância do aleitamento materno exclusivo até os seis meses. Este período é preconizado pela Organização Mundial de Saúde e deve ser seguido em vista dos grandes benefícios para a criança e para a mãe.
O aleitamento materno proporciona a nutrição adequada e ideal para a criança, previne doenças e favorece o crescimento craniofacial harmônico. Ainda, aprimora o desenvolvimento da coordenação entre funções fisiológicas como a respiração e a deglutição e prepara os órgãos da fala, como a língua, os lábios e as bochechas. A amamentação garante espaço na boca para o posicionamento dos dentes e a movimentação de cerca de 20 músculos da face. A sucção produzida pela criança para obtenção do leite materno é essencial para o crescimento e desenvolvimento dessas estruturas e funções.
O desenvolvimento ósseo, muscular e funcional irá depender também de um bom posicionamento do bebê durante a amamentação, evitando que ele esteja deitado. É importante para que o refluxo de leite para a orelha seja evitado. Assim, prevenimos as infecções de ouvido que podem prejudicar a audição da criança e, consequentemente, interferir no desenvolvimento adequado da linguagem e aquisição da fala.
O profissional Fonoaudiólogo entra nesse processo com o objetivo de facilitar o desenvolvimento da amamentação de crianças e mães com dificuldades, favorecendo um melhor desempenho. Irá atuar especialmente nos casos de sucção débil, uso de sonda e dificuldades na “pega” do seio materno. Por fim, é importante lembrar que o aleitamento materno vai muito além da alimentação e nutrição da criança. O vínculo criado entre a mãe e o bebê, por meio do processo de amamentação, possibilita a manutenção do vínculo e do afeto, também trazendo benefícios para o desenvolvimento emocional da criança. Por isso vale tanto a pena!


Fga. Léia Gonçalves Gurgel – CRFa 9464-RS (leiagg@yahoo.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário