quinta-feira, 28 de outubro de 2010

CAMPEONATO DE NATAÇÃO



ATLETA SIMPATIA

Para mostrar como todo brasileiro é gentil e educado, Thiago Pompeu, nosso atleta simpatia, ofereceu a camisa SSD para uma jovem australiana, participante do Campeonato de Natação para Downs.

Saiba mais no site Sociedade Sindrome de Down

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SUGESTÃO DE LIVRO



NUNCA DEIXE DE SONHAR
Os sonhos e a vida de um jovem com síndrome de Down.

O Livro “Nunca deixe de Sonhar”, é a realização de um sonho de Vinícius Ergang Streda, pessoa com síndrome de Down que mora no interior da cidade de Santo Cristo RS. Mais que a realização de um sonho, é a prova de que quando lutamos pelos nossos sonhos, tudo se torna possível!

A história de um autor especial...
Na primeira parte do livro Vinícius nos relata suas alegrias e tristezas, seus sonhos e suas experiências de vida. Já com 23 anos, conta-nos as impressões dos familiares na época do seu nascimento, suas relações sociais, sua infância, sua adolescência e a fase adulta atual. Tendo sido incluído na escola regular, conta-nos, com sensibilidade e consciência, a alegria de ter podido conviver com os outros, a importância da escola na sua vida e faz-nos um apelo de apoio aos projetos de inclusão. Fala, também, das situações em que se sentiu excluído, mesmo dentro da escola, e algumas experiências de preconceito vividas por ele, possibilitando-nos entender seus sentimentos e percepções. Entre amores, desejos e aspirações, nos fala da difícil realidade de não ter as mesmas oportunidades que as pessoas ditas “normais” em uma sociedade que pré determina para as pessoas que nascem com a síndrome um futuro de impossibilidades.

A família de Vinícius, seus pais e seu irmão, brindam-nos com seus relatos na segunda parte do livro, falando-nos de alguns aspectos de suas vidas junto com Vinícius e suas impressões sobre a realização de seu sonho. Reflexões sobre a inclusão! Para que o sonho de Vinícius se tornasse realidade, Carina Streda, Psicopedagoga e prima de Vinícius, fez uma intervenção no sentido de que sua escrita se aprimorasse. Na escola ele foi alfabetizado, mas não se apropriou de certas convenções da escrita, nem da compreensão do texto como um todo complexo a ser construído. Através deste trabalho Vinícius pôde escrever com autonomia o seu relato. Na terceira parte do livro, Carina relata alguns aspectos importantes da intervenção feita e busca algumas observações no relato de Vinícius para propor reflexões acerca da inclusão. Propõe questionar qual o lugar que as pessoas com síndrome de Down ocupam em nossa sociedade, como são vistas, e se suas possibilidades são, realmente, tão limitadas como muitos supõem.

“O menino, que nasceu especial, cresceu, virou homem e resolveu que iria escrever um livro especial. (...) Escrevendo um livro, Vinícius não existe mais somente como uma voz. Agora também está naqueles sinais chamados letras, que permitem que as pessoas se comuniquem, mesmo à distância” (trecho do Prefácio, escrito por Eládio Weschenfelder, professor da UPF).

Para mais informações e contato, conheça o blog do livro:http://www.livronuncadeixedesonhar.blogspot.com

domingo, 24 de outubro de 2010

Gigantes Paraolímpicos


Ádria Rocha dos Santos

A atleta, que nasceu em Minas, perdeu a visão ao longo dos anos em decorrência da retinose pigmentar e do astigmatismo congênito. A trajetória esportiva começou em 1987, em Belo Horizonte. Com 14 anos, estreou em Paraolimpíadas e conquistou duas medalhas de prata nos 100m e nos 400m, em Seul. Entre suas maiores conquistas estão uma medalha de ouro nos 100m, na Paraolimpíada de Barcelona, em 1992; prata nos 100, 200 e 400m, na Paraolimpíada de Atlanta, em 1996; ouro nos 100 e 200m, prata nos 400m, na Paraolimpíada de Sydney, em 2000; e ouro nos 100m e prata nos 200 e 400m, na Paraolimpíada de Atenas, em 2004. No Parapan Adria conquistou prata nos 800m e 200m. Em 2008, nas Paraolimpíadas de Pequim a atleta conquistou medalha de bronze nos 100m.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010


O Coleguinha novo não fala e o Dunga também não!

É possível explicar as diferenças utilizando os contos de fadas. No caso da criança sem a fala a histórinha da Branca de Neve pode servir de grande auxílio para que os coleguinhas consigam compreender o novo membro da turminha sem muito espanto. Afinal, ser diferente é normal e a Branca de Neve nunca tratou nenhum anãozinho de forma desigual. Além disso, cada um apresenta características próprias e são identificados de acordo com elas, isso pode ser bem trabalhado com as crianças que também são únicas.

Extraído do Blog http://pratica-pedagogica.blogspot.com/

Conheça a Ong Asa Rio

Uma entidade sem fins lucrativos, que visa a divulgação e o contato entre pessoas interessadas nas informações sobre a síndrome de angelman.

Acesse o SITE para conhecer sobre esta Síndrome e aproveite para ajudar a divulgar esta Ong !!

O QUE É A SÍNDROME DE ANGELMAN? A síndrome de angelman (S.A.) é uma síndrome genética causada por uma alteração no cromossoma 15. Esta síndrome foi descoberta em 1965, por um neurologista britânico, drº Harry Angelman. A S.A. tem como conseqüência um distúrbio neurológico que causa deficiência mental e atraso psicomotor. Algumas crianças possuem algumas características físicas distintas, como queixo proeminente, dentes espaçados, pele mais clara que seus progenitores e são extremamente alegres e risonhos. Estima-se atualmente que uma em cada quinze ou vinte mil crianças é afetada por este distúrbio genético, porém esta síndrome é bastante desconhecida o que dificulta o diagnóstico clínico.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010













Quero mandar um super beijo para minha fisioterapeuta da Equoterapia...
a "tia Jê" do Cavalo Amigo...olha ela aí na foto !

Aproveito para convidá-los a conhecer o Projeto do Cavalo Amigo- Adote um praticante de Equoterapia, e divulgarem para empresários interessados em participar...Atualmente, o Cavalo Amigo conta com empresas que adotam crianças e adolescentes de baixa renda para que estas recebam atendimento completo da equipe multidisciplinar dentro do programa de Responsabilidade Social desenvolvido pelo Centro.

Abraços do Rodrigo

Saiba mais AQUI

DIA DAS CRIANÇAS

Olá amiguinhos,

O Dia das Crianças este ano foi bem legal, pois participei de várias atividades...na escolinha, no trabalho de mamãe e papai, etc.
Espiem as fotinhos !!
Abração pra todosssssss
Rodrigo

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

MENSAGEM DA SEMANA


Chaga da sociedade

Você sabe qual é o pior sentimento do homem, aquele que é a raiz de todos os males que o infelicitam? Se você ainda não sabia, então preste atenção na resposta dada pelos Sábios Espíritos, a Allan Kardec: Temo-lo dito muitas vezes: o egoísmo.
Daí deriva todo mal. Estudai todos os vícios e vereis que no fundo de todos há egoísmo. Quem quiser, desde esta vida, ir aproximando-se da perfeição moral, deve expurgar o seu coração de todo sentimento de egoísmo, visto ser o egoísmo incompatível com a justiça, o amor e a caridade. Ele neutraliza todas as outras qualidades.

Como dizem os Espíritos superiores, o egoísmo é incompatível com a justiça, o amor e a caridade. E isso se percebe, com clareza, nas mais variadas situações de um povo ou de uma nação. Quando analisamos, com isenção de ânimo, as injustiças sociais vigentes em qualquer país do mundo, detectaremos homens, classes sociais, partidos políticos ou religiosos, defendendo seus interesses, em detrimento da justiça.
O egoísta pensa somente em si. Quer seus direitos respeitados, mas não cogita de respeitar os direitos alheios. Sua visão de justiça é unilateral.
É por essa razão que a Humanidade anda a braços com a violência, com a corrupção, com a supremacia dos interesses pessoais sobre o que é justo.
É por causa do egoísmo que eclodem as guerras, desde os pequenos conflitos familiares às guerras religiosas, até as grandes guerras de alcance mundial. Mas, quando existe o sentimento de fraternidade, de solidariedade, de altruísmo nos corações dos homens, esses abrem mão dos interesses pessoais a favor da justiça e do bem-estar comum.
Numa sociedade civilizada, todo cidadão tem direito ao necessário, que é o direito à alimentação, moradia, saúde e escola. A violência só se cala diante da justiça e do amor. Mas, de uma justiça que saia do papel e das palavras para se tornar realidade em todos os campos da sociedade. Enquanto houver egoísmo, não haverá amor nem justiça.
Por tudo isso, é necessário erradicar essa ferida social chamada egoísmo, de uma vez por todas, para que possamos vislumbrar a possibilidade de uma sociedade em que a justiça e a fraternidade sejam uma realidade. E esse câncer só será extirpado do coração do homem quando o bisturi da educação for manipulado com sabedoria.
Quando o germe do amor for implantado no coração da criança, ele florescerá e dará frutos capazes de neutralizar o ódio e a injustiça.
E isso se dará pela educação. Uma educação baseada no exemplo e na máxima evangélica que estabelece fazer ao outro o que gostaríamos que o outro nos fizesse.
À medida que os homens se instruem acerca das coisas espirituais, menos valor dão às coisas materiais. Depois, necessário é que se reformem as instituições humanas que excitam o egoísmo e o mantêm vivo. Isso depende da educação.

Não da educação que faz homens instruídos, mas daquela que forma homens de bem.
Pense nisso!

Redação do Momento Espírita, com base nos itens 913 e 914 de O livro dos Espíritos, de Allan Kardec, ed. Feb

sábado, 16 de outubro de 2010

VAMOS DANÇAR ??


"SINDROME DE DOWN...
CONVIVER PARA CONHECER..."

SINDROME HIP-HOP

Formado em 2003, o grupo de São José dos Campos/SP, já realizou mais de 150 apresentações e foi convidado especial do FESTDANÇA 2005.

Acesse AQUI e dance com eles !!!
São demais !!


segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Site Inclusive

Inclusive na Rede Nacional Primeira Infância


Desde a última semana, o site da Inclusive passou a integrar a Rede Nacional Primeira Infância. A Rede é formada por um conjunto de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam na promoção da primeira infância. A idéia é colaborar na disseminação de iniciativas que visam a promoção e os interesses da primeira infância e contribuir nos debates que envolverem especialmente crianças com deficiência, sem esquecer dos demais. A sociedade é um bom lugar para todos e a primeira infância um momento crucial para o fortalecimento psicossocial dos futuros cidadãos.

Para participar da Rede Nacional é preciso fazer parte de alguma organização, movimento, rede ou fórum que tenha interesse no tema da primeira infância. Depois disso, é necessário concordar com os princípios da Rede que estão expressos na nossa
carta convite.

SAIBA MAIS

MENSAGEM DA SEMANA


"Nas mãos das crianças o mundo vira um conto de fadas, porque na inocência do sorriso infantil, tudo é possível, menos a maldade. Crianças são anjos, são pedaços de Deus que caíram do céu para nos trazer a luz viva que há de fazer ressuscitar a verdade que vive escondida em cada um. De braços abertos a criança não cultiva inimigos, sua tristeza é momentânea. De olhos abertos a criança não enxerga o feio, o diferente, apenas aceita o modo de ser de cada um que lhe dirige o caminho. De ouvidos atentos a criança gosta de ouvir tudo como se os sons se misturassem formando uma doce vitamina de vozes,vozes que ela pode imitar, se inspirar para crescer. Criança me lembra: cor, amor, arco-íris, rosas, doce de brigadeiro, tintas das cores: vermelha, laranja, azul, amarelo; me lembra cachoeira, pássaros, dia de festa.

Ser criança é estar de bem com a vida, é ter toda a energia do Universo em si. "

Minha homenagem a todas as crianças e adultos
com alma de criança neste dia 12 !!

PARTICIPE DESTA CAMPANHA !!

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO, SUGESTÃO

OU SUA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO.








A vida é curta, quebre as regras, se apaixone, beije demoradamente,
ame verdadeiramente, ria incontrolavelmente, e nunca deixe de sorrir,
por mais estranho/pequeno que seja o motivo !












sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Horário de verão

O horário de verão deste ano terá início no dia 17 de outubro e terminará no dia 20 de fevereiro de 2011.

Neste período, os brasileiros que moram nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste terão que adiantar o relógio em uma hora. Segundo o Ministério de Minas e Energia, nos últimos anos a redução média da demanda de energia elétrica tem sido em torno de 5%, nas regiões onde o horário de verão foi aplicado. A medida tem como objetivo reduzir os picos de demanda por energia, roporcionando uma utilização mais uniforme durante o dia. O adiantamento do horário em uma hora diminui o carregamento nas linhas de transmissão, subestações e nos sistemas de distribuição, de forma que o atendimento em épocas de maior consumo ocorra com maior eficiência.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

SUGESTÃO DE LEITURA


Neste mês de outubro, a editora mineira Nandyala, lançará o livro infantil Pedrinho, o Menino Albino, de autoria de Patrícia Simone do Prado. Creio ser a primeira obra infantil no país a trazer um personagem com albinismo. O lançamento do paradidático significa que pais e professores terão à disposição mais uma ferramenta educacional e de recreação para conferir visibilidade ao tema do albinismo, que contribuirá para que as crianças aprendam a conviver com as diferenças, sem preconceito ou bullying.


Sinopse do livro:
Pedrinho, um menino albino, filho de pais negros, sente-se diferente. Isso não o incomoda até que lhe é questionado o porquê de ser tão branco. A explicação que a mãe lhe dá o leva, através da imaginação, a uma viagem dentro do corpo humano, a fim de compreender o que é o albinismo e sua causa.
A obra desperta reflexões sobre o albinismo, a questão do preconceito racial e a aceitação das diferenças como algo natural e importante, entre outras. Pedrinho, o Menino Albino ainda traz sugestão de trabalho aos professores.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

"Profissão Reporter" na globo

Aproveitem para assistir ao programa de tv "Profissão Reporter"no canal da globo, hoje à noite (05\10), porque esse programa abordará temas de inclusão e pessoas com deficiência.
Equipe do "Profissão Reporter" mostra como deficientes físicos vivem e se divertem.
Repassando:

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Programa Senai de Ações Inclusivas


Senai faz curso de confeiteiro para pessoas com Síndrome de Down

No âmbito do Programa Senai de Ações Inclusivas (Psai), a FatecSenai Campo Grande iniciou dia 31/08, o curso de confeitaria para pessoas com Síndrome de Down como parte da programação da Semana do Panificador. De acordo com técnica em desenvolvimento e educação tecnológica do Senai, Carolina Ramos Buscarons Iwano, a entidade promove cursos para atender pessoas com deficiência, contribuindo para que as empresas possam cumprir as cotas estabelecidas na Lei Federal nº 8.213/91, chamada “Lei de Cotas”, determina a contratação de funcionários e aprendizes com deficiência.
Ela explica que desde 2005, quando o Governo baixou decreto, também não há mais limite de idade o que significa uma grande oportunidade para muitas pessoas. “Para superar esse obstáculo da falta de qualificação dessas pessoas, o Senai atua por meio do Psai para que a contratação seja uma realidade na vida dessas pessoas especiais, que também passam a estar mais preparadas para ocupar essas vagas”, explicou, acrescentando que no Brasil calcula-se que há 24,5 milhões de brasileiros com alguma deficiência, sendo que, desse total, apenas 5% deles têm seus direitos trabalhistas garantidos em carteira.
Ministrando o curso, o instrutor Neilson Braga conta que esta é a terceira turma de deficientes que ele trabalha e o perfil dos jovens também contribui para a qualificação. “São jovens interessados e alegres superando qualquer deficiência com muita atenção e interesse”, explicou, acrescentando muitos empresários desconhecem o talento das pessoas com deficiência e perdem a oportunidade de inseri-las no mercado de trabalho.
O curso, com 12 horas aulas, teve as apostilas adaptadas para facilitar o aprendizado dos jovens, mas o conteúdo foi mantido. “As apostilas foram trabalhadas na parte de ilustração e por isso tem menos texto e mais figuras, mas o produto é o mesmo”, disse Neilson Braga, acrescentando que os jovens vão aprender três receitas: pão de queijo, sequilho e petit fours.
Cursos no Rio Grande do Sul
Acesse AQUI o portal do SENAI e faça sua busca !