quarta-feira, 30 de março de 2011

PRORROGADA DATA !!

CURSO AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO - GRATUÍTO INSCRIÇÕES PRORROGADA ATÉ O DIA 04/04/11 As aulas serão ministradas no SENAI Artes Gráficas em Porto Alegre. Início: Abril de 2011 / turno da manhã. Serão disponibilizados gratuitamente: material didático, transporte e lanche aos participantes.
INTERESSADOS: Encaminhar curriculo com laudo especificando o CID, para o e-mail: curriculo.incluir@fiergs.org.br com o assunto CURSO AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO.

Participe desta Campanha !!!

lábio leporino


O que é a Operação Sorriso?

A Operação Sorriso no Brasil é um braço da Operation Smile e atua como entidade sem fins lucrativos de forma totalmente independente e tem como objetivo transformar a vida de crianças e jovens brasileiros portadores de fissura lábiopalatina (lábio leporino e fenda palatina) por meio da criação de uma ponte entre ajuda humanitária voluntária, composta por médicos e leigos e o patrocínio de empresas socialmente responsáveis, como a Colgate, que é uma das empresas mais atuantes no programa.


O lábio leporino causa algum tipo de problema para a criança?



Sim, elas podem sofrer múltiplos problemas de saúde, incluindo doenças de ouvido, infecções crônicas, má nutrição, problemas dentais e dificuldade no desenvolvimento da fala. Além disso, os efeitos emocionais também podem ser devastadores para a criança.



O que causa?


A causa exata é desconhecida. O lábio leporino e a fenda palatina são defeitos congênitos que ocorrem durante o início do desenvolvimento embrionário. Cientistas acreditam que uma combinação de fatores genéticos e do meio ambiente, como uso de drogas ou má nutrição podem ocasionar o problema.


Esse problema pode ser reparado com cirurgia?


Sim. A cirurgia pode alcançar resultados excelentes. A maioria dos cirurgiões concorda que o lábio leporino deve ser reparado quando a criança tem 3 meses de idade, porém qualquer procedimento cirúrgico dependerá da saúde geral da criança e da extensão do lábio leporino e da fissura palatina.



Como a Colgate ajuda a Operação Sorriso?


A Colgate tem como objetivo ajudar a população a ter um sorriso mais saudável. Por este motivo, a Colgate apoia a Operação Sorriso há 7 anos, destinando parte de sua verba para ajudar as crianças com fissura lábiopalatina.


Com o apoio da Colgate, a Operação Sorriso já possibilitou o atendimento de 5.440 pacientes.

terça-feira, 29 de março de 2011

Indicação de Blog


Vale a Pena Acessar – Na Ponta dos Dedos

A indicação de visita e leitura desta semana é para o blog Na Ponta dos Dedos, editado pela professora Andrea de Carli. Dicas, textos, aplicativos, notícias, eventos relacionados à inclusão, educação, deficiência e acessibilidade representam um pouco do que se pode encontrar por lá. Atuando diretamente com alunos com deficiência e com formação de professores, o trabalho da professora é referência aos educadores que atuam na área da Educação Especial.

terça-feira, 22 de março de 2011

Sugestão de Livro


Yoga para Criança Especial
Sivakami Sonia Sumar

O que a levou a professora Sivakami Sonia Sumar a direcionar o Yoga para os excepcionais foi o fato de sua segunda filha ter nascido com Síndrome de Down. Apesar de não ter nenhuma idéia do que seria sua vida futuramente, ela amava aquele bebê do jeito que era e estava disposta a protegê-lo e fazer tudo que pudesse para ajudá-lo. Ali iniciava-se o seu trabalho com a Roberta para recuperá-la e ensiná-la a viver e conviver.

A proposta deste livro é transmitir a sua experiência como mãe e o trabalho de recuperação dentro do Yoga com sua filha e com outras crianças com as quais trabalha em Belo Horizonte e vários outros estados do Brasil assim como em outros países para onde viaja ministrando cursos.

YOGA PARA CRIANÇAS ESPECIAIS

O potencial terapêutico do Yoga
Por Dra Alessandra Freitas - Médica

Há cerca de dois anos conheci a professora Kátia Gontijo (do Instituto Sou Especial) e aprendi uma outra abordagem do Yoga.
Foram dois anos de muito aprendizado, onde pudemos observar que situações clínicas como a ECNE (ou paralisia cerebral) e síndrome de Down, respectivamente crianças hiper e hipotônicas respondem muito bem à estimulação motora do Yoga. Outros benefícios, como melhora na irritabilidade, no contato e na atenção também puderam ser observados.
Durante o processo, as crianças passavam por reabilitação fonoaudiológica, além de suporte nutricional e psicológico.
Eu fiz o acompanhamento clínico dos atendidos e pude notar a melhora da espasticidade (rigidez) nas crianças encafalopatas e um desenvolvimento motor muito próximo do normal nos indivíduo com Síndrome de Down.

Além, destes aspectos, a filosofia de não violência e de respeito à diversidade que o Yoga nos apresenta, têm nas famílias atendidas um impacto muito positivo, aumentando o vínculo familiar e a esperança na recuperação de suas crianças.

segunda-feira, 21 de março de 2011

RECADINHO DA MARI



Não esqueça...
Participe do "Minha História" !!

Você tem uma história de superação ? Conte seu relato para nossos leitores e mostre que é possível vencer desafios que pareciam impossíveis...

Para participar do "Minha História" é só enviar um e-mail para marilcegiglio@hotmail.com

Abração
Marilce

Programa Incluir Sistema FIERGS - Cursos de Qualificação Profissional


CURSO AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO - GRATUÍTO

As aulas serão ministradas no SENAI Artes Gráficas em Porto Alegre.
Início: Abril de 2011 / turno da manhã.

Serão disponibilizados gratuitamente: material didático, transporte e lanche aos participantes.

INTERESSADOS: Encaminhar curriculo com laudo especificando o CID, até 25 de março para o e-mail: curriculo.incluir@fiergs.org.br com o assunto CURSO AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO.

Dia Internacional da Síndrome de Down


Campanha na mídia social com a canção “Diversidade” de Lenine, solenidades, caminhadas e festas, entre outros eventos, lembram a data.

O Brasil comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down dia 21/3 com extensa programação. Usando o tema “Inclusão Acontecendo – Amplie este Exemplo”, é a sexta vez que a data, criada para celebrar a vida das pessoas com síndrome de Down e chamar atenção da sociedade para a importância da inclusão total, é celebrada no país.


Por quê 21/3 ?
A data foi instituída pela Down Syndrome International (DSI), entidade que congrega associações de síndrome de Down de todo o mundo em alusão aos 3 cromossomos número 21 que cada pessoa com síndrome de Down carrega (21/3). No Brasil, é a Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down (FBASD) quem articula e organiza eventos em todo o país. Com o tema “Iclusão Acontecendo: Amplie este Exemplo”, a FBASD e as associações filiadas estão reunindo a maior programação por país, segundo a DSI, para comemorar a data. http://www.worlddownsyndromeday.org/
De acordo com Maria de Lourdes Marques Lima, presidente da FBASD, o tema escolhido para 2011 é uma evolução natural do tema de 2010, “Inclusão Social: Vamos fazer Acontecer!”. “A sociedade está vendo cada vez mais pessoas com síndrome de Down nas ruas, na escola, no trabalho, e comece a perceber que a inclusão é possível e depende de cada um de nós. Daí o convite: amplie este exemplo”, diz Lourdes.
“Diversidade” de Lenine na Mídia Social
Como não poderia deixar de ser, o Dia Internacional também vai invadir a mídia social. Ferramenta de inclusão usada mundialmente por milhões de jovens, um clipe preparado para a data está sendo disseminado através do Facebook, Twitter, Orkut, MSN, email…. . Embalado pela emblemática canção de Lenine “Diversidade”. o clipe traz imagens de crianças, jovens e adultos com síndrome de Down em situações cotidianas, entre elas das filhas do senador Lindbergh Farias e do Deputado Federal Romario. A letra da música foi traduzida para o inglês e o espanhol e será veiculada para todo o mundo através da Down Syndrome International.

Samuel Sestaro, Relações Públicas da FBASD, aprovou o resultado: “achei o vídeo muito legal e muito interessante”. E deu seu recado para aqueles que, como ele, têm síndrome de Down: “todas as pessoas com síndrome de Down podem vencer sobre a vida deles, mesmo com a síndrome. Podem vencer essa luta de escolas particulares perto de suas casas e os pais podem procurar uma escola para seus filhos ou filhas na Prefeitura de cada cidade do Brasil. Quando eles superarem essas novas experiências, eles ou elas podem se virar sozinhas ou sozinhos para depois, como adultos, estarem superando suas dificuldades”.

quarta-feira, 16 de março de 2011

VOLTA AS AULAS...UHUUUU




Olá amiguinhos,



As aulas de Equoterapia recomeçaram...já estava morrendo de saudades de meus amigos de lá, principalmente da Mansinha e da Tia Jê.



Você sabe o que é a EQUOTERAPIA ?
A equoterapia interfere positivamente no funcionamento do organismo, sendo indicada para todas as pessoas que desejam melhorar a sua qualidade de vida. Quando aplicada a pessoas portadoras de necessidades especiais, a equoterapia envia estímulos físicos tridimensionais ao cérebro, através da marcha terapêutica do cavalo, abrindo novos caminhos neurológicos.

Saiba mais no site do CAVALO AMIGO e participe da Equoterapia Solidária.

Estrada Juca Batista - 4931
Belém Novo dentro da Sociedade Hípica Porto Alegrense
Porto Alegre/RS - Brasil
Fone: 51 - 3343.4793 ou 9113.8111

contato@cavaloamigo.com.br

terça-feira, 15 de março de 2011

Deputados criticam restrição a direitos civis de pessoas com Down

Em sessão solene realizada nesta terça-feira na Câmara para homenagear o Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado em 21 de março, a deputada Rosinha da Adefal (PTdoB-AL) criticou a interdição de direitos civis de pessoas com a síndrome. Ela afirmou que a Polícia Federal se recusa a entregar passaportes às pessoas com Down, mesmo sendo maiores de 18 anos que estudam, trabalham e têm renda.
Além disso, segundo a deputada, a Justiça não tem permitido que essas pessoas sejam partes em demandas judiciais de seu interesse. “O que nos preocupa é que as pessoas com deficiência intelectual sejam obrigadas a se submeter a uma supressão de autonomia e de cidadania, mesmo sendo plenamente capazes para os atos da vida civil”, afirmou.
De acordo com a parlamentar, que é cadeirante, nenhuma discussão sobre deficiência pode acontecer sem os maiores interessados estarem presentes. A parlamentar, que precisou ser carregada para se pronunciar da Mesa, criticou a falta de acessibilidade no Plenário. Para o deputado Amauri Teixeira (PT-BA), a polícia e a Justiça precisam reconhecer que há pessoas com síndrome em plenas condições cívicas.
Centros de referência
A autora do requerimento para a realização da homenagem, deputada Erika Kokay (PT-DF), defendeu a criação de centros médicos de referência para o tratamento multidisciplinar de pessoas com síndrome de Down. “Precisamos fazer recortes a partir das nossas singularidades em todas as políticas públicas, para abarcar e incluir todos”, argumentou.
Erika Kokay também sugeriu mudanças no sistema educacional para enfatizar não só a inteligência cognitiva, mas também outras inteligências, como a corpórea e a afetiva. “Além da cidadania, estamos lutando pela condição humana, que pressupõe dignidade para todos”, concluiu.


Fonte: Agência Câmara

sexta-feira, 11 de março de 2011

Uma força na corrente do bem!


Enchente de São Lourenço do Sul

O Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul está mobilizado para ajudar as vítimas da enchente de São Lourenço do Sul. Na segunda-feira segue uma remessa de 21 toneladas de produtos alimentícios não perecíveis.

Além desta remessa, o Sábado Solidário que acontece amanhã em toda a rede Wall Mart no Rio Grande do Sul, estará recebendo doações para as vítimas da enchente.

Informações sobre como participar podem ser obtidas através do telefone 0800 541 6000.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Feriadinho de carnaval delícia, só com coisinhas que a gente curte! Ops!!! Quer dizer...algumas coisas não estavam programadas....

















Diário de viagem de Carnaval (by Rodrigo)
3h da madrugada (ninguém merece acordar esta hora) foi o horário de partida, conforme determinação do xerife, quer dizer, papai !
Carregamento do carro feito (muita fraldinha, leite, danoninho, biscoitos, água, suquinhos, livrinhos, piscina de plástico, bóia, roupinha, minha sunguinha de surfista, minha cobertinha da turma da Mônica, meus brinquedinhos, meu ursinho roncador, guarda sol, ufa...acho que é isso...ah, é claro...e uma pequena mochilinha com as roupas de papai e mamãe).

4h - Pegando a estrada para Ibiraquera/SC...uhuuuu;;;;.Tudo tranqüilo....Terminei de tirar meu soninho que tinha sido interrompido às 3 da matina !

Aproximadamente 7 h - Tudo estava muito bem até pegarmos congestionamento na estrada (já em SC)...não entendi pq os titios dos demais carros paravam...será que eles não sabiam que eu queria chegar na praia logo? Comecei a balbuciar para papai andar, mas ele parecia que não me entendia...aí comecei a dar gritos ensurdecedores...parece que funcionou, pois mamãe resolveu me fazer companhia no banco de trás...mamãe foi bem legal...cantou todas as músicas que aprendi na escolinha (mais ou menos umas 15), mas acho que papai não gostou (ele estava com uma cara triste, parecia que ia desmaiar!).

E o carro continuava parado (mais de 2h)...aí me enfureci e comecei a gritar!!! Mamãe corria para me dar suco, água, biscoito, danoninho para tentar me acalmar (eu comia tudo, é claro), mas não adiantou...Ela até fez algumas coreografias com as musiquinhas para mim (achei que ela tbm estava passando mal)...até que fiz muito esforço com os gritos e ops! Fiz um MEGA nº. 2 !!

Papai saiu do carro vomitando,,,,tadinho...será que tinha comido algo estragado?? Mamãe, como sempre linda e forte...praticamente uma guerreira...aguentou todo aquele esplendoroso aroma dentro do carro comigo (enquanto isso papai continuava vomitando na estrada).

Os carros começaram a andar e papai teve que voltar, porém, queria jogar minha fraldinha recheada com aquela "bomba" pela janela...começou uma guerra, pois mamãe dizia que era falta de educação....então ela colocou no chão (ao lado de papai)....ele dizia que não estava aguentando...riam muito até chorar (eu realmente não entendo os adultos...Cada dia descubro mais coisas do mundo), mas continuando...o transito começou a fluir e em um descuido de mamãe...vupt !!! Lá sei foi minha fraldinha no meio da estrada em direção ao matagal (tomara que nenhuma vaquinha tenha encontrado...tadinha delas)....mamãe não gostou desta atitude de papai...disse que não era um bom exemplo para mim, mas papai disse que era um caso de vida ou morte.

Já refeito...me acalmei....e seguimos viagem...
Aproximadamente meio-dia...Finalmente chegamos ao paraíso !!!
Já instalados confortavelmente, fomos passear para que eu conhecesse a praia, pois qdo estive lá estava na barriguinha de mamãe...

Fiz um sucesso, praticamente toda população daquele lugar parecia me amar ! Não entendi muito bem, será que era meu cabelinho loiro, ou meu belo sorriso, ou então pq me viram de sunga, ou será que foi pq ensinei a galera da pousada a mergulhar na piscina (sim, pq sou praticamente um peixinho)?
Não sei, mas me diverti muito e fiz muitos amigos...papai e mamãe brincaram muito comigo e ganhei até uma nova piscina (olhem a foto com meu papai carregando meus acessórios na praia).

No 5º dia tivemos que voltar...que pena...acabou a moleza!

Voltando para a estrada....tudo estava tão bem até (novamente) pegarmos congestionamento na estrada (mais 2h paradinhos)...é claro que nada está tão ruim que não possa piorar...desta vez eram 14h e o sol estava de fritarrrrr o cérebro!

Mas como sempre minha "Super mamãe" deu um jeito....colocou um guarda chuva para fora da janela (é...acreditem...ela fez isso...olhem a foto) e resolveu o problema e com isso arrancou muita risada do pessoal que estava em outros carros...essa minha mamãe é D+ !!
Mas como desta vez eu já estava "vacinado" fui tranquilinho dormindo sem chorar até chegar em casa (será que me deram um "Boa noite Cinderela"????).

Abração gente e até a próxima aventura!!
Rodrigo

INDO PARA O BAILE DE CARNAVAL NA ESCOLINHA











MINHA HISTÓRIA


Olá amigos do Cantinho do Rodrigo,
Segue abaixo na íntegra, a primeira história do "MINHA HISTÓRIA", enviada pela Jaqueline Carraveta do RS.
Querida Jaqueline...obrigada por compartilhar conosco sua história de vida...
Parabéns pela sua garra !
bjs
Marilce


"Oi amiga,
Nós sempre envolvidas com superação, ou melhor, super ação. É isso mesmo, super ação é o que vocês vivem ao lado desse fofo do Rodrigo, sem menosprezar meus amados André e Natalia (muitos beijinhos a esta dupla maravilhosa).
Queres que conte algumas de minhas superações...? A mais incrível: Aos 23 anos de idade, com um mês de casada, no apartamento tudo cheirando a novinho, aconteceu a queda nos degraus do prédio. Dois anos sendo empurrada em uma cadeira de rodas, com diagnósticos como: nunca poderás dar a luz a um filho, não andarás mais, o osso do cóxis quebrado espetando nos intestinos e não havia jeito de operar, pois a febre estava muito alta. Entregue a sorte, fui perdendo dinheiro com médicos e remédios que não adiantavam, muitas dores, delírios, perdendo o marido, amigos e a vida. Quando cheguei ao fundo do poço, o médico mandou sair do hospital e ir para casa e esperar que a morte me carregasse, pois a vida não existia mais num corpo debilitado, que aos vinte e cinco anos pesava 38kg. Em casa, com muitas dores e sozinha chorando, decide que queria viver, estudar, trabalhar, dançar, cantar, amar... Implorei a Deus que me desse mais uma chance de buscar um raiozinho de sol que fosse para aquecer meu coração para meu corpo reagir. E Ele teve esta infinita misericórdia e eu nasci denovo. Me tornei nova criatura, onde o Criador até hoje está moldando parte por parte. Meu coração e minha vida pertencem a Deus e espalho esta alegria de viver a todos que conheço ou não. Amo viver, pois sou nova criatura em Cristo. Hoje tenho 48 anos, dois filhos que ganhei de partos normais, o Jonathas de 19 anos, que tem um filho de dois anos (já sou vovó do Jonathas Junior) e o Henrique de 10 anos. Não sou mais cadeirante, levei dois anos para me convencer disso. Me levantei para vida, danço a música do prazer de viver. Realizei um dos meus maiores sonhos: minha formatura de Pedagogia Empresarial na ULBRA em 2008. Trabalho em uma escola municipal aqui em Taquari e faço trabalhos voluntários com crianças que perderam a esperança de viver, adolescentes que não enxergam um futuro feliz, somente destruição. Fiquei casada com o pai dos meus filhos por 17 anos, mas nos distanciamos e não houve retorno. Sou divorciada a 6 anos e Deus me deu mais um presente: um maravilhoso homem, trabalhador, honesto, extremamente amoroso e amante da vida e da natureza. Quando implorei pela vida a Deus, Ele me deu muito mais: esperança, amor, filhos, neto, um companheiro maravilhoso, um paraíso para morar onde brota muito amor, carinho, esperança e a natureza esbanja espetáculos o tempo todo. Outra hora contarei outras superações que já passei e sei que ainda passarei por outras. Faz parte de nossas vidas, enquanto vivermos aprendemos para crescermos ainda mais e sermos cada vez melhores. "porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação." Filipenses 4:11

Amo vocês!
Bjs,
Jaqueline Carravetta
Pedagoga Empresarial "



terça-feira, 1 de março de 2011

Participe do "Minha História"

Em comemoração ao 1º aninho do
Blog Cantinho do Rodrigo (03/03/11),
estamos lançando o "Minha História"

Você tem uma história de superação ?
Conte seu relato para nossos leitores e mostre que é possível
vencer desafios que pareciam impossíveis.....

Para participar do "Minha História" é só enviar
um e-mail para marilcegiglio@hotmail.com