quinta-feira, 30 de dezembro de 2010


Olá !

Finalmente chegaram as férias...
portanto o Blog estará por alguns dias paradinho, mas prometo que assim que chegarmos colocarei fotinhos novas
do Rodrigo aprontando nas férias!

Pensando em vocês, Amigos do Cantinho do Rodrigo, gostaria de desejar um ano novo abençoado, com muita paz, novas realizações e sucesso.


Um grande abraço e Feliz Ano Novo
Marilce & Rodrigo

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010


Educação e inclusão
Avanço nas matrículas e na qualificação

O último ano foi o segundo em que o número de alunos com deficiência matriculados em classes comuns do ensino regular superou as matrículas em escolas especiais. De acordo com o Censo Escolar 2010, o número de alunos com deficiência matriculados em todos os sistemas de ensino aumentou cerca de 10% e, segundo o INEP, isso resulta de uma maior presença social através do desenvolvimento da educação inclusiva. Por todo o país, dezenas de cursos envolvendo professores e gestores na área de educação aconteceram no sentido de qualificar a escola comum como um espaço efetivamente democrático e capaz de atender às diferenças inerentes a população de alunos, seja através dos poderes públicos municipais e estaduais como no meio universitário, atingindo novos profissionais da educação. Muitas escolas especiais, inclusive algumas APAES, redimensionaram sua forma de atendimento e passaram a atuar em regime de colaboração com a escola regular. Elas oferecem, no contraturno, o atendimento educacional especializado (AEE), que é um serviço disponibilizado aos alunos com deficiência também pelas próprias escolas e constitui a base da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, sustentada pelo MEC e recentemente regulamentada pelo CNE.

Resistências não são novidade
Não são exatamente novidade as resistências em torno da atual política de inclusão. Além das escolas especiais, que vêem seus recursos ameaçados e seus serviços com uma clientela cada vez menor, também muitas escolas particulares ainda rejeitam essa nova perspectiva de atendimento. Mesmo sendo integrantes do sistema geral de ensino e obrigadas a cumprir a legislação educacional em vigor, ainda são muito frequentes situações de constrangimento às famílias de crianças com deficiência que encontram dificuldade inclusive para matricular seus filhos e imposições contratuais desiguais, como obrigações de pagamentos adicionais e outras necessidades específicas negociadas em particular. Sob o pretexto de aumentar custos em decorrência de necessidades não habituais, cria-se um espírito de animosidade que vai encontrar solução muitas vezes judicialmente. O judiciário, por sua vez, ainda vem assimilando os valores expressos na nova ordem constitucional sobre o tema e o resultado disso são prejuízos desnecessário à população, que apenas quer ver cumpridos os seus direitos. As decisões judiciais, entretanto, cada vez mais tem favorecido aos cidadãos e também o Ministério Público tem agido como indutor de políticas públicas, orientando e fiscalizando tanto escolas públicas quanto privadas, em todas as modalidades de ensino.
No legislativo, o tema tem sido objeto de disputa e debates há pelo menos dez anos, desde que o MEC assumiu posição em prol da educação inclusiva e despertou a reação das escolas especiais, principalmente através da FENAPAES. Desde então, o debate ganhou importância na comunidade escolar, no meio acadêmico e também na cobertura jornalística, escapando do discurso especializado e ganhando relevância na sociedade de um modo geral. Em dezembro, o Senado Federal promoveu o 6º Fórum Senado Debate Brasil, com o objetivo de capacitar os agentes legislativos a observar e efetivar os princípios propostos na Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência. Resta saber se o legislativo que irá tomar posse em fevereiro próximo irá acompanhar a vontade pública expressa na CONAE e no PNE e respeitar a hierarquia legal em vigor no Brasil ou se irá prevalecer o desejo de quem quer voltar atrás na implementação da educação inclusiva, abrindo brechas para que crianças com deficiência e suas famílias voltem a submeter-se à exclusão precoce do convívio social escolar e alijando-as do direito indisponível à educação e participação plena na sociedade.

Por Lucio Carvalho - Coordenador da revista digital Inclusive: inclusão e cidadania (http://www.inclusive.org.br/)

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

ESTIMULAÇÃO

Dicas: Alguns exercícios feitos regularmente também contribuem para o desenvolvimento do bebê. Antes de começar os exercícios, brinque um pouco com a criança e balance-a de um lado para o outro ou para frente e para trás(estimular o equilíbrio). Seguindo orientação de profissionais, colocamos o Rodrigo sentadinho em um banco(feito de latinha pela tia Tata) onde ele sinta o peso sobre os pés. Apoiamos bem o quadril (deixando os bracinhos livres) e incentivamos ele a ficar em pé para buscar brinquedos no sofá.

Para nossa surpresa neste final de semana ele já conseguiu levantar sozinho
(claro que eu estava atrás cuidando)!!
Olhem as fotinhos !!

Alzheimer x Síndrome de Down


A ocorrência de “uma espécie” de Mal Alzheimer atualmente em indivíduos com síndrome de Down é uma realidade, pois muitos portadores da síndrome apresentam evidências neuropatológicas do Mal de Alzheimer acima dos 40 anos. As alterações neuropatológicas deste Mal surgem em portadores da síndrome de Down já aos 30 anos, contudo o quadro clínico só se torna diagnosticável em média aos 60 anos de vida.
No entanto, considero de grande importância mencionar que nem todos desenvolvem os sintomas do Mal de Alzheimer
Descobertas recentes:
— Pesquisadores identificaram um gene que provavelmente aumenta o risco de Alzheimer de início tardio. O MTHFD1L está no cromossomo 6, e sua alteração foi identificada em 2.269 pessoas com Alzheimer. Indivíduos com mutação nesse gene teriam o dobro de riscos de desenvolver a doença.
— Uma pesquisa publicada no Archives of Neurology, desenvolvida no Medical Center da Universidade de Columbia, em Nova York (EUA), faz uma relação com a dieta. Cientistas descobriram que os participantes adultos que incluíam mais frutos oleaginosos, peixe, aves, frutas e verduras em sua alimentação, diminuindo a quantidade de laticínios gordurosos, carne vermelha e manteiga, apresentavam risco menor de sofrer de demência. O segredo pode estar em nutrientes como ômega 3, vitamina E e ácido fólico.


Os pesquisadores acreditam que o segredo esteja nos diferentes níveis de nutrientes específicos que essa combinação de alimentos oferece.
Por exemplo, dietas ricas em ácidos graxos (como Ômega 3), vitamina E e folatos (como o ácido fólico), mas pobres em gorduras saturadas, parecem ser as melhores.
Há muito se suspeita de que nutrientes podem influenciar os riscos de demência.
Os folatos reduzem os níveis do aminoácido homocisteína (que foi associado, em estudos anteriores, ao Mal de Alzheimer) na circulação sanguínea.
Da mesma maneira, a vitamina E pode oferecer proteção devido ao seu forte efeito antioxidante.
Por outro lado, ácidos graxos saturados e monoinsaturados podem aumentar os riscos de demência ao encorajar a formação de coágulos no sangue, dizem os pesquisadores.

Comentando o estudo, Rebecca Wood, diretora-executiva do Alzheimer’s Research Trust, disse: “Entender a conexão entre dieta e os riscos de demência pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de doenças como o Mal de Alzheimer em algumas pessoas”.

Fotinhos do meu Natal !

Mamãe, papai, meu mano, minha mana, meu priminho e minha Dinda




sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Aos amigos do Blog Cantinho do Rodrigo
desejo um FELIZ NATAL !!

Rodrigo, meu Presente de Natal

Com teu sorriso lindo, somando
a tua Presença é
Saber que a tua existência
Será o presente mais valioso e
Iluminado que Deus
Almejou colocar
Na minha vida, pois que,
Outrora jamais imaginei!

Reconheço, acredite! Não sei
O que te dizer. Somente que você é
Carisma e perfume especial. Aroma de
Hortelã, que exala fragrância e
Acalma meu ser!
Te amo.
FELIZ NATAL !

Ass. Mamãe Marilce

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Parabéns Porto Alegre !!




Porto Alegre é a primeira capital brasileira a dispor, no sistema de transporte seletivo, de veículos lotações com elevador para acessibilidade de pessoas com deficiência e box para o estacionamento dos cadeirantes.

PAPAI NOEL JÁ PASSOU LÁ EM CASA !!!
Olha o carrão que ganhei de papai...
agora ninguém me segura !!!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Calendário Happy Down 2011




Grupo Happy Down
Unido pela solidariedade e amor ao próximo, um time estrelado posou para as lentes do fotógrafo Leonardo Luz (52) para compor o emocionante Calendário Happy Down 2011.

Orgulhoso por participar do projeto pelo segundo ano consecutivo, Milton estava tão à vontade que brincou com um pandeiro, embalando a felicida doce Marina (5). "Além de sentir que estou exercendo a minha responsabilidade social, as crianças são muito boas, o que torna tudo prazeroso e divertido. Não posso exigir estar presente em todos os anos, mas sempre que quiserem contar comigo, estarei disponível", avisa o músico.

Sensibilizado com a nobre causa, Fábio Jr. ficou tocado durante a sessão de fotos ao lado de Fernando (7). "É uma coisa linda a gente aqui hoje. Nós ficamos da mesma idade que essas crianças. Devíamos relaxar mais e deixar despertar mais a criança que existe dentro de nós", ressalta o cantor, pai de cinco filhos, entre eles, Fiuk, que também participou do calendário ao lado dos animados Mariana (31) e Gabriel (18), que bancaram os músicos para a foto. "São seres sinceros e puros. Eles não têm malícia nem o lado ruim do ser humano", constata o jovem cantor e ator.

Com a alegria que lhe é peculiar, Jair Rodrigues era dos mais empolgados. Pai de dois filhos, e avô coruja de Isabella (3), e Nina (1 ano e seis meses), ele posou com o sorridente Patrick (5). "Participo com amor, pois a causa é muito nobre. A alegria maior foi chegar aqui e ver a participação de tantos artistas", comenta ele com a amiga Wanderléa. "Adorei fazer este trabalho, principalmente pela energia trocada entre as crianças e as mães maravilhosas, que foram contempladas com esses anjinhos de luz", diz a cantora, com Jéssica (5) no colo.

Pai de Lara (1), Daniel protagonizou uma das mais belas cenas ao beijar a mãozinha da pequenina Alice (10 meses). "Ela é uma princesinha. A gente que ganha de estar ao lado de pessoas especiais assim. Fiquei muito feliz de ter sido convidado", comemora ele.

O calendário custa 18 reais e pode ser comprado nas unidades da Livraria Cultura na capital paulista ou pelo site da rede em todo o País. O valor arrecadado com as vendas, tirando o custo, será revertido para o Grupo Síndrome de Down da Associação das Voluntárias do Hospital Infantil Darcy Vargas, de SP, que atende mais de 120 crianças carentes com a síndrome.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

FONOAUDIOLOGIA


Olá !
Comecei a ir na Fono...e achei muito legal...lá a gente brinca bastante e aprende ao mesmo tempo.
Mamãe colocou algumas dicas importantes logo abaixo !
abraços
Rodrigo
Síndrome de Down: estimulação e desenvolvimento da fala e linguagem

O atraso na aquisição da fala e linguagem constitui um dos maiores problemas encontrados pelos pais de crianças com Síndrome de Down. A assistência de um profissional especializado nos problemas de comunicação (fonoaudiólogo) é muito importante para auxiliar a família a verificar as dificuldades da criança e orientar quanto à melhor forma de estimulá-la em casa. De fato, muitos pesquisadores observaram que os cuidados e a estimulação que a criança recebe no ambiente familiar são muito importantes no aprendizado da fala, pois na maior parte do seu tempo a criança está com a família.

Ela compreende muito mais do que é capaz de produzir
Algumas pesquisas mostram que a criança pode falar mais fácil e claramente, quando ela imita palavras que acabaram de ser ditas por uma outra pessoa, do que quando ela própria tem que lembrar as palavras para dizer o que quer. Por exemplo, a criança pode conhecer o nome de vários objetos e até ser capaz de dizê-los quando alguém pergunta, mas quando ela precisa se comunicar usando determinado nome dentro da frase, a dificuldade aparece.
É preciso considerar também que a criança apresenta problemas articulatórios, ou seja, falar corretamente palavras é uma dificuldade para a maioria das crianças com Síndrome de Down. Então, falar em sentenças, mesmo curtas, é mais difícil do que usar palavras soltas, já que seu problema articulatório aumenta quando está emitindo sentenças.
Por isso, é importante que você fale devagar, repita as palavras e frases que ela disser errado, para que ela ouça a pronúncia correta.
Depois, estimule a criança a repetir mais lenta e claramente essas palavras e frases, sem forçá-la, sem fazer disso uma tarefa cansativa.
Você pode ajudar muito a criança usando o que chamamos de fala descritiva, ou seja, descrevendo o que a criança está fazendo ou olhando naquele momento. Dessa forma, a criança começa a compreender o significado da palavra mais facilmente, pois a situação de aprendizado é concreta e está relacionada a algo real. Faça com que a fala fique centralizada nela, isto é, fale sobre o que ela quer fazer ou está fazendo.
Durante todo o dia você tem muitas oportunidades para estimular a linguagem da criança, depois numa boneca, numa figura de revista, numa fotografia etc. É importante ensinar uma coisa de cada vez e só passar para a seguinte quando a criança já tiver aprendido o que foi ensinado. Nas refeições, ensine o nome dos alimentos, se são duros ou moles, se estão quentes ou frios. Quando estiver vestindo a criança, nomeie as roupas para ela. Por exemplo: "Agora vamos colocar a blusa vermelha", diga se a roupa é para o frio ou para o calor. È importante ensinar esses conceitos para a criança o mais naturalmente possível, sem cobranças, sem obrigar a criança a repetir tudo o que está sendo falado. A hora do banho, da alimentação, do vestir-se, devem ser momentos agradáveis, tranqüilos, de troca afetiva entre a mãe e a criança e não momentos de cobrança.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

MENSAGEM DA SEMANA

"Não diga que não pode trabalhar em benefício dos outros.
Quantos mudos dariam uma fortuna para poderem falar como você!
Quantos paralíticos suspiram pelos passos que você pode dar!
Quantos milionários que entregariam suas riquezas, para terem um

décimo da fé que você tem!
Não diga que não pode trabalhar!
Distribua os bens que Deus lhe concedeu, em gestos de bondade e
palavras de carinho."

(LIVRO MINUTOS DE SABEDORIA)

domingo, 19 de dezembro de 2010


Uhuuuuu...

foi renovado meu patrocínio para continuar na EQUOTERAPIA!

Valeu Cavalo Amigo!!

abração

Rodrigo


Assista o vídeo.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O que é belo se mostra!

O que é belo se mostra!
Revista da ESPN dos Estados Unidos, traz personalidades
do esporte sem roupa.
Sarah Reinertsen foi a primeira amputada a completar o Ironman.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010


Videogame Wii é usado na reabilitação de crianças e adolescentes
O brinquedo ajuda no tratamento de crianças com paralisa cerebral e síndrome de Down

Dirigir, jogar tênis, brincar de arco e flecha, lutar boxe. Tudo isso é feito durante uma sessão de fisioterapia, na sala de casa, sem derrubar ou quebrar nenhum objeto. Como é possível? Com a Wiireabilitação, uma terapia inovadora que utiliza o console de videogame Wii da Nintendo. O videogame, que costuma ser tão criticado por educadores, nesse caso é utilizado para incentivar a atividade cerebral e trabalhar a coordenação motora, o equilíbrio, o alongamento, a concentração e o condicionamento cardiorrespiratório no tratamento de crianças com síndrome de Down, paralisia cerebral, distrofia muscular, asma, obesidade e fraturas ortopédicas.A técnica foi apresentada pela fisioterapeuta Fabiana Wachholz, professora da Universidade de Santa Cruz do Sul. no Rio Grande do Sul, durante o Criança 2010 – III Congresso de Especialidades Pediátricas. A ideia de utilizar esse tipo de reabilitação surgiu após uma visita aos Estados Unidos. "Estava em busca de uma forma de inovar as sessões e encontrei no videogame uma saída divertida e eficaz. O ritmo maçante da fisioterapia normal, muitas vezes, faz com que a criança não queira mais frequentar a terapia. Com o Wii, elas fazem os exercícios básicos animadas", conta Fabiana. O grande diferencial desse brinquedo é a sua capacidade de detectar o movimento em três dimensões, por meio de um controle com sensor. Assim, o movimento que a pessoa faz é o mesmo que aparece na tela.Benefícios Enquanto joga, a criança estimula a memória, a coordenação cognitiva e o desenvolvimento motor. E logo os benefícios aparecem. "Já temos muitos exemplos positivos. As crianças ganham auto-estima e têm mais facilidade para se socializar na escola. A atenção que o jogo exige garante um melhor rendimento na escola. A brincadeira pode ser um ótimo incentivo para a criança começar a se exercitar e perder peso e por aí vai...", diz a fisioterapeuta.
A especialista ressalta, no entanto, que é preciso tomar precauções para evitar acidentes. “Deixar a criança a uma distância apropriada da tela, longe de degraus ou escadas e conferir se a alça do controle está bem presa ao braço, porque com a empolgação ela pode largar o controle”, afirma.

FONTE: revista crescer

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

CLIC RBS


Deficiente visual, Francimar Torres Maia relata as mudanças que poderiam ser feitas nas cidades para melhorar a acessibilidade de deficientes
físicos em geral.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

IMPORTANTE !!


Você sabe o que é Benefício de Prestação Continuada?


Pois então anote aí...

É um benefício da assistência social integrante do Sistema Único de Assistência Social-SUAS, pago pelo Governo Federal e assegurado por lei a idosos e pessoas com deficiência.

O critério para receber este benefício é que a renda da família da pessoa com deficiência deve ser igual ou inferior a 1/4 do salário mínimo (R$127,50) por pessoa. Para calcular pegue o seu salário e divida pelo número de pessoas da sua família. Além disso, outros fatores serão levados em conta como comprometimento da pessoa com deficiência, barreiras de acesso aos recursos, gastos em casa, etc...


Para mais informações e agendamento de perícia médica com o objetivo de encaminhar o BPC

ligue para 135

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Síndrome de Down


Há seis anos em Fortaleza, ONG cuida de crianças e jovens com síndrome de Down

Após ser pai de duas crianças portadoras de síndrome de Down e não encontrar unidades que dessem apoio aos portadores, principalmente a crianças, Domingos Sávio Timbó resolveu criar, por conta própria, em 2004, a Organização Não-Governamental (ONG) Existir. Com seis anos de existência em Fortaleza, a ONG é responsável por dar atenção a crianças e jovens que possuem síndrome de Down.
A Existir foi criada com a missão de estimular o desenvolvimento biopsicossocial de crianças e jovens com Down por meio da educação, integração, socialização e profissionalização e hoje cuida de aproximadamente 30 crianças. Localizada no bairro Bela Vista, conta com a luta diária de voluntários divididos em psicopedagogas, fonoaudiólogos em formação, oftalmologistas, fisioterapeutas e nutricionistas.
Uma das voluntárias da Existir, a psicopedagoga Cláudia Garrido, conta que recebeu um convite por rede social para conhecer a associação e, desde então, não deixou mais o lugar. “Se tivesse condição de me manter só aqui, deixaria o consultório”, diz ela.

Apesar do apoio dos voluntários, a Associação Existir carece de recursos que possam ajudar ainda mais nessa batalha pela felicidade.

ONG Existir
Rua Viriato Ribeiro, 900 – Bela Vista – Fortaleza-CE
Contato: 3293.69677/8117.9089

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

NOTICIA


Saiba como portadores de problemas de visão devem ser atendidos durante provas de concursos. Especialista explica que há, inclusive, legislação específica sobre o assunto.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010


" Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta".
(Nelson Mandela)


Em um Zoológico na Califórnia essa Tigresa deu cria a 3 tigrinhos que infelizmente não resistiram as complicações da gravidez e morreram logo após o nascimento.
A Mãe-Tigresa depois de se recuperar do parto, começou a piorar seu estado de saúde, mesmo que fisicamente ela estivesse bem. Os veterinários sentiram que a perda da cria causou uma profunda depressão na tigresa. Os médicos decidiram que se a tigresa adotasse a cria de uma outra mae, talvez melhoraria. Após checar com vários zoológicos pelo país, tiveram a triste noticia de que não havia nenhuma cria de órfãos tigrinhos na mesma idade para levar para a mãe tigresa. Os veterinários então decidiram tentar algo que nunca teria sido tentado antes em um zoológico. Às vezes a mãe de uma espécie cuida dos filhotes de uma diferente espécie.
Os únicos órfãos que puderam ser encontrados rapidamente foram as crias de uma porquinha. Os funcionários do Zoológico e os veterinários revestiram os porquinhos em pele de tigre e colocaram os bichinhos ao redor da mãe tigre.

Eles virariam a cria da tigresa ou lombinho???

Dê uma olhada... você não vai acreditar nos seus olhos!

AGORA POR FAVOR, ME DIGA:
POR QUE O RESTO DO MUNDO NÃO PODE SE DAR BEM???

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Pequeno Colorado !!

Realização de um sonho...

O pequeno Capoeirista de Torres, João Gabriel esteve no estádio horas antes da exibição do filme Absoluto – Internacional, Bicampeão da América.

* Os Gremistas que me desculpem, mas também desejo BOA SORTE para meu time !!
Leia mais aqui<


Oi amigos,


Estou passando rapidamente (tenho trabalhado muitooooooo)para contar que nosso Rodriguinho começou a fazer natação!!

Fico devendo as fotinhos, mas aguardem, que ainda esta semana estaremos registrando os momentos deste "peixinho" na água !!


beijos

Marilce

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Bazar de Natal


O CPIP- Centro de prevenção e Intervenção nas Psicoses, mais uma vez participou do Bazar de Natal promovido pelo Banco Social /FIERGS.
de 29/11/2010 a 03/12/2010.

O Centro de prevenção e Intervenção nas Psicoses conta com o auxílio de doadores e voluntários para manter suas funções. Colaborar com eles é muito simples e pode ser feito de diferentes maneiras.

Trabalho Voluntário :
A entidade abre espaços para a realização de qualquer tipo de trabalho voluntário, de acordo com as aptidões da pessoa e das necessidades da entidade. As pessoas interessadas em participar do projeto como voluntários deverão dirigir-se a secretária do CPIP , para receber informações.

REQUISITO: disponibilidade para conviver e ensinar portadores de transtorno mental grave. O CPIP exige a participação do futuro voluntário no treinamento oferecido por nós, visando esclarecer e vinculá-lo ao trabalho voluntário com portadores de doença mental.

conheça mais AQUI

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

APRESENTAÇÃO DA ESCOLINHA DA TIA DAISY


Olá amiguinhos!

Ontem foi a apresentação da minha escolinha...o tema era ..."Deu a louca no País das Maravilhas", e eu fazia parte da GATOLÂNDIA da Alice !! Minha mamãe disse que eu era o gatinho mais lindo do teatro!! E vcs o que acham ??
Abraços
Rodrigo

DICAS CULTURAIS NO CANTINHO DO RODRIGO


Companhia Teatral Olhos de Dentro apresenta espetáculo Shakespeare Eterno - São Paulo- SP
Atores da Cia., que inclui pessoas com deficiência física, visual e Síndrome de Down, encenam fragmentos das obras mais famosas de William Shakespeare. Peça gratuita com patrocínio da Cielo é acompanhada ao vivo pela Filarmônica Jovem de São Bernardo do Campo, conta com participação especial de Henrique Taubaté Lisboa no elenco e tem como objetivo promover a inclusão social garantindo acesso a todos interessados em fazer do teatro seu meio de comunicação com a sociedade.
Curta temporada: de 25/11 a 16/12. Entrada Franca. Teatro Ruth Escobar. Rua dos Ingleses, 209. São Paulo- SP. F: 11 3289-2358.

Construção de Personagens - São Paulo
Com Thaís Larizzatti. A profissional ministrará oficinas de confecção e manipulação de bonecos de material reciclado com a dinâmica da contação de histórias. Dessa forma, as crianças poderão refletir de onde podem surgir as histórias e seus personagens, motivando a imaginação e a criatividade.
LIVRE. sábados, 4 a 18 de dezembro, às 16h. Grátis.
Local: SESC São Caetano - rua Piauí, 554, bairro Santa Paula - telefone (11) 4223-8800. PABX (11) 4435.0000

TEATRO
Conversando Com Mamãe - Rio de Janeiro/RJ
Uma mulher de 82 anos e seu
filho de 50 são as personagens da peça "Conversando com mamãe", que estreia no dia 11 de Novembro no Centro Cultural Correios, no Centro do Rio.
Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro. Tel.: 21 2253-1580. Quinta a domingo, às 19h. Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia). Duração: 80 minutos
Classificação etária: 14 Anos. Temporada: de 11 de novembro a 19 de dezembro de 2010

Salão Náutico do Mercosul 2010 - Porto Alegre/RS
A quarta edição do Salão Náutico do Mercosul, um importante evento, pioneiro neste segmento esportivo em nosso Estado e que está possibilitando a abertura de novas frentes, tanto pela realização dos negócios como das atividades esportivas e de lazer que daí decorrem, junto às águas do Guaíba. Mais Informações no site:
http://www.salaonauticodomercosul.com.br/
*O evento acontece até 5.12

Aldeia do Papai Noel - Gramado/RS
O bom velhinho mais querido das crianças mora em Gramado e espera ansiosamente pela chegada do Natal. Isso mesmo, a casa do Papai Noel
fica no Parque Knorr. Com cerca de 400 peças da família Knorr, recuperadas através de parentes e reconstituídas para fazer parte da
decoração do ambiente, a Aldeia do Papai Noel é um dos mais belos pontos turísticos da cidade.
São muitas as atrações na aldeia do Papai Noel, como a Fábrica de Brinquedos, as Renas, o Chalé dos Ursos, a Praça de Neve, o alojamento dos Papais Noéis, a Garagem do Papai Noel, a Árvore dos Desejos e um Cinema!
*A Aldeia fica na rua Bela Vista, 353 e funciona diariamente das 10h30 às 21h30.
Informações pelo telefone: (54) 3286-7332.

Caminhada Orientada pelo Centro de Porto Alegre/RS
Sempre no último sábado de cada mês, ocorre a Caminhada Orientada pelo Centro da cidade de Porto Alegre. A saída ocorre no totem do Caminho dos Antiquários, na Praça Daltro Filho, em frente a Demétrio Ribeiro e dura cerca de 2 horas.
Quando chove, a caminhada é transferida para o próximo sábado. O projeto Caminho dos Antiquários é parte integrante do programa Viva o Centro, um dos 21 programas estratégicos do governo municipal. Com o objetivo de revitalizar a área central o espaço, já repleto de lojas de antiguidades, foi transformado em uma grande feira a céu aberto. A rua Marechal Floriano, entre a Fernando Machado e a Demétrio Ribeiro, é fechada e as lojas colocam seus produtos na rua.
*Inscrições gratuitas pelos telefones (51) 3289-3738 e (51) 8114-5504, ou pelo e-mail
caminhodosantiquarios@gmail.com.
*As pessoas que quiserem podem colaborar doando roupas, cobertores ou alimentos não-perecíveis, que serão entregues a uma instituição carente. No local haverá caixa para recolhimento.

Acervo Histórico Do Porto de Rio Grande / RS
Através de fotos, arquivos e equipamentos do início do século, o Armazém A-1 do Porto Velho de Rio Grande, mostra um acervo histórico da construção do Porto e dos Molhes da Barra.
Uma locomotiva e um vagão utilizados para levar material e pessoal, desde a pedreira do Capão do Leão até os Molhes, também fica em exposição para o público.
*O acervo está na Rua Riachuelo - Porto Velho, Armazém 1.
Informações pelo telefone (53) 3231-1366.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Estímulos na infância levam jovem com síndrome de down a fazer pós graduação.

Pais apostaram em exercícios e na inclusão em escolas comuns.
Estímulos físicos, motores e neurológicos feitos pelos pais durante a infância da portadora de síndrome de down Ana Carolina Fruit, de Joinville, em Santa Catarina, foram decisivos para determinar o futuro da garota. Hoje, aos 29 anos, a jovem tem pós-graduação, que completou no ano passado, trabalha em uma multinacional e conquistou a independência financeira.

LEIA MAIS AQUI